Workshops ESPAnet 2018

Dando cumprimento a um dos objectivos do Plano de Acção 2018-19, realizaram-se, ao longo do ano de 2018, quatro Workshops ESPAnet Portugal, com o objectivo de conhecer, nas principais universidades portuguesas, os investigadores em Política Social e as áreas de investigação que têm realizado, difundir entre todos os objectivos da ESPAnet e procurar criar, expandir e fazer funcionar uma rede de investigadores em Política Social, visando a realização de actividades conjuntas de investigação, a organização de encontros científicos e a publicação em revistas científicas nacionais e internacionais, promovendo a projecção internacional destas actividades.
Esses workshops realizaram-se nas cidades do país onde se localizam algumas das mais relevantes instituições universitárias e centros de investigação em Política Social, e onde se encontram afiliados a maioria dos investigadores associados até ao presente (Coimbra, em 26 de Março, Lisboa em 6 de Junho, Porto em 21 de Junho e Braga em 26 de Junho), todos eles com a mesma Ordem de Trabalhos:

  1.  Informação sobre a ESPAnet Portugal
  2.  Partilha de informação sobre a actividade científica dos presentes
  3.  Discussão do Plano de Actividades da ESPAnet Portugal
  4. Decisão sobre próximas iniciativas a tomar
  5. Outros assuntos

Junta-se em anexo o power-point usado na animação destes workshops.
As reuniões foram presididas por José Pereirinha, contando também com a presença de Romana Xerez, Pedro Hespanha e Francisco Branco, membros fundadores da ESPAnet Portugal e responsáveis por esta iniciativa.
No conjunto destes workshops participaram 58 investigadores (Coimbra: 25; Lisboa: 17, Porto: 12; Braga: 12). Antes da realização destes workshops, a ESPAnet Portugal contava com 71 associados. Após a realização destes workshops, o número de associados subiu para 99, o seu número actual.
São de destacar, como aspectos mais relevantes destes workshops, a boa participação de todos e o grande interesse, unanimemente manifestado, no sucesso da constituição e funcionamento desta rede, exigindo-se a existência de bons canais de informação entre todos. Ficou igualmente patente a diversidade e riqueza das temáticas de investigação do conjunto dos investigadores presentes.
Foram objecto de ampla discussão, em todas as sessões realizadas, várias propostas de acções necessárias ao bom funcionamento da rede. Aglutinando as ideias apresentadas e discutidas, pode considerar-se terem ficado consensualizados os seguintes princípios orientadores e medidas a tomar no curto prazo:

  1. necessidade de manter actualizada a pagina web da rede ESPAnet Portugal, com informação sobre eventos académicos a realizar e realizados, bem como de publicações dos membros associados (que exige que todos os associados enviem regularmente informação para o gestor da página); cada investigador que publique um texto deverá enviar ao gestor da página a referência e uma pequena nota (5 linhas) de descrição do conteúdo; idem para algum evento académico de que seja organizador responsável.
  2. utilizar a página web da rede ESPAnet Portugal para manter activa informação sobre projetos de investigação de que sejam responsáveis ou em que participem; idealmente devemos fazer pequenos videos de entrevista com o/a investigador/a principal do projeto e colocar na página web da rede ESPAnet Portugal; conta-se com a informação dos membros para ir concretizando este objectivo.
  3. construir um grupo de discussão (Facebook? Google? a decidir) que permita manter contactos entre todos os membros e constituir-se como espaço de discussão académica de temas de actualidade em que todos os membros possam participar.
  4. caminhar no sentido da criação de uma Newsletter. Conta-se com a participação voluntária de membros para a concepção desta Newsletter.
  5. procurar atrair jovens investigadores para participar na rede: jovens estudantes de mestrado e de doutoramento; pensar na possibilidade de organizar uma summer school (principalmente direcionada a estudantes de doutoramento) para poder ser oferecida à rede ESPAnet.
  6. organização de uma Conferência Nacional ESPAnet Portugal de dois em dois anos, sendo intercalada com a realização de workshops (nos anos em que não se realize a conferência); nestes workshops apresentam-se, para discussão (com discussants) papers sobre Política Social; deve fomentar-se a realização de trabalho envolvendo vários associados da rede (a informação do quadro no anexo 2 é um ponto de partida para essas iniciativas).
  7. estas conferências e workshops devem ser organizados com uma adequada programação prévia. Proponho (J Pereirinha, da minha responsabilidade) que se encare esta possibilidade (aguardam-se reacções dos membros, para decisão atempada):
       

    • Conferência 2019 Porto (Alexandra Lopes) (consensualizada)
    • Cworkshop 2020 Braga (Silvia, Maria José, Paulo)
    • CConferência 2021 Coimbra (Pedro Hespanha)
    • Cworkshop 2022 Lisboa (Francisco Branco)
    • CConferência 2023 Braga (Silvia, Maria José, Paulo)
    • Cworkshop 2024 Porto (Alexandra Lopes)

     

  8. Considerou-se viável e desejável a realização da Conferência 2019 na cidade do Porto, contando com a disponibilidade e interesse manifestado pela colega Alexandra Lopes (Instituto de Sociologia da Universidade do Porto), em Setembro 2019.
  9. Tendo em consideração vários factores (datas de realização de outras conferências, compatibilização com o serviço docente dos membros que queiram participar, disponibilidade de espaço para a realização da conferência, etc) sugere-se que a Conferência se realize numa das seguintes datas: 13/14 Setembro ou 20/21 Setembro. Idealmente a conferência teria a seguinte configuração (proposta):
       

    • 6ª feira manhã (abertura; conferência por Keynote speaker)
    • 6ª feira tarde (sessões 15:00 – 18:00); 3 salas
    • 6ª feira noite: jantar/convivio entre participantes
    • sábado manhã (sessões 10:00 – 12:00); 3 salas
    • sábado final manhã (encerramento; conferência encerramento por keynote speaker

     
    Notas: a conferência realiza-se em língua portuguesa; poderá haver uma ou duas sessões em língua inglesa.

  10. Organização da Conferência
    Posteriormente à realização destes workshops, a colega Romana Xerez propôs o seguinte calendário de actividades para a realização da Conferência:

       

    • Meados de outubro = website online
    • Meados de outubro = envio de sugestões para streams
    • Terceira semana de outubro = call para stream convenors (chamada para organizadores de painéis)
    • Terceira semana novembro = deadline para stream convenors
    • Segunda semana dezembro = notificação de aceitação dos stream convenors
    • Início de janeiro = Chamada para resumos
(call for abstracts)
    • Meados de março = Prazo para submissão de resumos
(abstracts)
    • Terceira semana de março = envio de instruções para os convenors sobre aceitação dos abstracts.
    • Primeira semana abril = envio aos autores do resultado de aceitação dos abstracts.
    • Início de maio = Início da inscrição na conferência
    • Meados de junho = prazo do prazo para as inscrições early bird.
    • Meados de agosto = Prazo final para envio dos artigos.
    • 1 de setembro = disponibilização de todos os artigos (versão PDF) no website da conferência.

     

  11. Foi abordada, nos workshops, a necessidade de se caminhar no sentido de criar uma organização mais formal da rede: direcção, conselho científico, gestor da informação e webpage, etc. Não foram analisadas formas concretas de organização.

Lisboa, 30 de Julho de 2018

O relator

José António Pereirinha